7 erros da portaria que afetam a segurança do condomínio - Grupo Força Tarefa

7 erros da portaria que afetam a segurança do condomínio

Compartilhe:

A portaria tem a função de melhorar os procedimentos , mas existem erros que afetam muito esse fluxo. Confira cada um deles!

O trabalho da portaria é um conjunto de procedimentos que, basicamente, controla o fluxo de pessoas, veículos e materiais.

Assim, ter uma portaria eficiente é essencial para o bom funcionamento do condomínio.

Se você quer saber quais são esses erros, como eles afetam e como evitá-los, confira nossa lista!

Créditos: VN Terceirização

1. Não definir regras para o funcionamento da portaria

As regras devem servir para o porteiro e moradores, e a falta delas pode custar caro no funcionamento da portaria.

Isso porque elas servem para criar uma organização na rotina de trabalho do porteiro, ou em possíveis interferência de moradores.

Ou seja, as regras devem ser definidas e comunicadas a todos, garantindo o cumprimento delas e facilitando atitudes em caso de problemas.

2. Não qualificar e orientar o porteiro

Isso também tem relação direta com o primeiro item, sobre as regras. O porteiro precisa ser bem qualificado e treinado!

Inclusive, essa falta pode resultar em erros graves, ameaçando também a segurança dos moradores.

3. Deixar que o porteiro se desvie das suas funções

Sabe aquele “favorzinho” que sempre é pedido ao porteiro? Mesmo que seja rápido, isso o desvia das suas funções.

Pois entre esses desvios, podemos incluir carregar compras ou manobrar um carro na garagem.

Dessa forma, além de sobrecarregar o porteiro, desviá-lo da sua função pode comprometer a segurança do condomínio.

4. Deixar a organização e entrega de encomendas por conta do porteiro

O porteiro pode, sim, receber encomendas e cartas, mas não é sua função organizar e entregar.

Sendo assim, isso deve fazer parte das regras, que o morador deve receber suas próprias encomendas.

5. Desmotivação da pessoa responsável pela portaria

Independente da área que a pessoa trabalhe, a desmotivação afeta muito o desempenho dos funcionários, e na portaria não é diferente.

Isso porque pessoas desmotivadas podem negligenciar suas funções, e a qualidade da prestação do serviço diminui.

Assim, quando se fala em um papel ligado à segurança, a desmotivação tem peso maior, colocando em risco a vida dos moradores.

Por isso, é preciso contar com profissionais treinados e que sejam acompanhados de perto, sempre havendo conversa e disposição para ouvir.

6. Liberar a entrada de veículos sem identificação

Controlar o fluxo de pessoas da portaria também inclui todos os condutores de veículos.

Então, liberar qualquer entrada no prédio pode resultar em sérios danos à segurança do condomínio.

7. Não investir em equipamentos de segurança

Além da eficácia das pessoas envolvidas em todos os serviços, os equipamentos também dizem muito sobre a segurança da portaria.

Dessa maneira, câmeras, sistemas de identificação, e softwares que facilitem o controle de entrada e trazem muito mais eficácia.

Por fim, se você quer mais detalhes, dê uma olhada neste conteúdo. A gente explica sobre como a portaria pode ser grande aliada na segurança!

E aí, gostou do conteúdo? Conheça mais sobre nossos profissionais e a qualidade do serviço de Portaria do Grupo Força Tarefa e solicite um orçamento!