Segurança privada: serviço essencial na pandemia - Grupo Força Tarefa

RECEBA NOSSAS NOVIDADES

Posts recentes

Categorias

Tags

Segurança privada: serviço essencial na pandemia

Compartilhe:

A segurança privada já se destacava como importante serviço, e na pandemia isso se intensificou. Leia nosso artigo e saiba mais.

O termo serviço essencial, desde 2020, vem sendo relacionado principalmente à saúde, certo?

Mas saiba que são vários os serviços incluídos neste conceito, diante da pandemia do novo coronavírus.

Então, se você quer saber mais sobre isso e, principalmente, a importância da segurança privada nesse caso acompanhe nosso conteúdo.

O que é serviço essencial?

Primeiramente, vamos ao conceito. Antes de falar sobre a importância da segurança, você sabe o que é serviço essencial?

São consideradas essenciais as atividades que precisam ser mantidas em algumas situações, como é o caso da pandemia.

Ou seja, em outras palavras, são serviços que, de alguma forma, devem ser garantidos às pessoas. Veja alguns exemplos:

  • Serviços médicos e hospitalares;
  • Segurança pública e segurança privada;
  • Telecomunicação e internet;
  • Serviços de água, esgoto e lixo;
  • Geração de energia elétrica e gás;
  • Imprensa – rádio, portais de notícia, jornais, revistas, entre outros.

Agora que já entendemos o que é, saiba como a atua e qual a importância da segurança patrimonial n a pandemia.

Como a segurança privada está atuando

Sendo uma atividade essencial, a segurança precisou se adaptar, já que seus profissionais ainda estão se expondo ao vírus.

Por isso, o Grupo Força Tarefa segue recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), garantindo a proteção dos(as) profissionais.

A importância da segurança privada na pandemia

Entre os pontos mais importantes no papel da segurança patrimonial durante a pandemia, com certeza está a proteção das casas e estabelecimentos.

Em seguida, temos também a garantia de que as recomendações sanitárias sejam cumpridas. E, ainda, o controle do fluxo de pessoas, evitando aglomerações.
Em resumo, a segurança privada evita algumas ações que coloquem a vida de outras pessoas em perigo.

Boas práticas de segurança na pandemia

Muitas medidas estão sendo seguidas pela segurança patrimonial, todas de acordo com órgãos de saúde.

Mas, é muito importante relembrar algumas que, mesmo depois de mais de 1 ano, continuam valendo.

1. Utilização de termômetro

Para evitar a entrada de pessoas com sintomas da Covid-19, a pessoa responsável pela segurança deve medir a temperatura.

Isso deve ser feito com moradores, colaboradores, clientes, fornecedores, entre outros.

Se estiver acima de 37,8ºC, a pessoa deve ser impedida de entrar.

2. Sinalização e marcação do distanciamento social

A segurança pode auxiliar sobre a necessidade do distanciamento nos locais, com distância de 2 metros, que deve estar sinalizada.

Assim, a equipe de segurança pode orientar sobre a distância e e garantir o limite de pessoas permitidas ao mesmo tempo em cada local.

3. Câmeras para videomonitoramento na segurança privada

O uso de câmeras para vigilância não é novidade, mas também auxilia a segurança patrimonial na pandemia.

Dessa forma, o objetivo é verificar possíveis fraudes e crimes, garantindo uma fiscalização eficiente. 

Por fim, as câmeras ajudam na contagem de pessoas, apoiando o controle do fluxo dentro dos locais.

Segurança patrimonial é com a Força Tarefa

Agora que você já entendeu a importância da segurança no contexto da pandemia, conheça um serviço de qualidade para o seu condomínio ou empresa!

O Grupo Força Tarefa desenvolve soluções personalizadas unindo conhecimento e experiência.

Assim, oferecemos o que há de mais moderno em tecnologia no mercado.
Então, entre em contato conosco e solicite um orçamento. Se gostou do conteúdo, compartilhe!