Tudo sobre Segurança Residencial - Grupo Força Tarefa

Tudo sobre Segurança Residencial

Compartilhe:

É fácil notar que as tecnologias dos sistemas de segurança têm evoluído cada vez mais. Mas, mesmo assim, muitas vezes não parecem ser páreas para as artimanhas dos criminosos. E sabe por que isso acontece? É simples: sistemas eletrônicos não agem sozinhos! Saiba agora tudo sobre segurança residencial!

A segurança residencial não deve ser encarada como algo que se compra pronto no balcão. É preciso todo um conhecimento técnico por trás para fazer as escolhas corretas e também para saber operar o sistema. 

Qualquer sistema de segurança residencial trabalha com o mesmo princípio básico de segurança de pontos de acessos, como portas, janelas e espaço interior que contenham objetos de valor. E a quantidade desses pontos é dependente do tamanho da residência, ou do número de componentes de segurança utilizados e de suas particularidades. Também há os equipamentos e sensores eletrônicos desenvolvidos e construídos para serem utilizados como meios auxiliares e complementares.

Esses sistemas são um conjunto de redes de dispositivos eletrônicos integrados, que trabalham em conjunto com um painel de controle central de alarme. São equipamentos eletrônicos de segurança, com o objetivo principal de detectar, captar, processar, armazenar e transmitir dados e informações úteis para prática das atividades de proteção residencial.

Composição Básica de um Sistema de Segurança Residencial

  • 1 – Um painel de controle – que é o controlador principal do sistema de segurança de uma casa.
  • 2 – Sensores de porta e janela.
  • 3 – Sensores de movimento, internos e externos.
  • 4 – Câmeras de segurança com ou sem fio.
  • 5 – Sirene ou alarme.
Equipamentos de segurança residencial

Como funciona os Sistemas de Segurança Residencial?

Esses sistemas têm o objetivo de proteger pontos de acesso da residência, fazendo uso de sensores que se comunicam com um painel de controle ou Central de Comando Instalado em algum lugar da casa.

Os sensores de abertura e impacto são colocados estrategicamente em portas e janelas, particularmente aquelas que se abrem, e que estão no nível do solo. E os espaços abertos dentro das casas podem ser protegidos com sensores de movimento.

Os sensores de movimento são usados para proteger salas que contêm objetos de valor, corredores e áreas menos frequentadas em casas maiores.

Ao ser detectada a violação de segurança, por meio dos sensores, a central dispara uma sirene de alarme e/ou emite um sinal de alerta para a empresa de monitoramento de alarmes.

O painel de controle é o que arma e desarma os sistemas de segurança residencial, que se comunica com todos os componentes instalados no local, e que pode emitir um alarme quando a segurança é violada e também comunica com a Central de Monitoramento.

O monitoramento de vídeo de uma residência é feito por meio de imagens geradas por um conjunto de equipamento de captam imagens e as transmitem em tempo real para uma central de monitoramento.

Monitoramento de Alarme

As atividades de monitoramento eletrônico são feitas pela Central de monitoramento 24 horas e também pelo proprietário do local.

O proprietário pode visualizar as imagens das câmeras pelo celular por meio de aplicativos. Para isso, o sistema tem que estar conectado a uma rede de internet. Além da segurança contra invasões, pode-se utilizar o sistema de câmeras para chegar a segurança das pessoas, como os filhos e/ou idosos.

Já a empresa, além de fazer a instalação e a manutenção dos equipamentos, conta também com profissionais capacitados para o monitoramento online e remoto dos sistemas e para a checagem no local de sinais de alarmes disparados.

Diferenciais do serviço de Monitoramento de Alarmes do Grupo Força Tarefa

  • Consultor de segurança com experiência.
  • Consultoria gratuita.
  • Instalações personalizadas.
  • Automação e IOT.
  • Alta tecnologia.
  • Soluções personalizadas com o melhor custo benefício.
  • Todos os produtos oferecem garantias de seus fabricantes.
  • Profissionais capacitados para atendimento de emergência.
  • Comunicação em tempo real com a Central de Monitoramento 24 hrs.
  • Checagem do local via câmeras pela Central 3 vezes ao dia.

Para saber mais sobre nosso serviço de monitoramento e solicitar um orçamento clique aqui